Por que perder mais que o inevitável?

A situação político econômica do Brasil é deplorável. Empresas fechando suas portas, desemprego em níveis inimagináveis, classe política sob suspeita quando não indiciada ou condenada.

A confiança da população se esvai a cada dia por falta de perspectivas a curto e médio prazos, o mercado se retrai, as vendas mínguam e as empresas sobreviventes passam por apertos financeiros levando muitos empresários à desesperança.

Muito pouca coisa pode ser feita pelos empresários para mudar este panorama nacional. Não se pode esperar que governos que não têm dinheiro para honrar suas obrigações constitucionais para com a sociedade, não têm nem ao menos condições de pagar os salários dos servidores públicos ou de investir um mínimo em infraestrutura, vá de uma hora para outra tomar grandes medidas de incentivo à economia.

Acontece que existe um pequeno espaço onde o empresário pode fazer as coisas acontecerem, pelo menos de uma forma menos dolorosa. Este espaço está dentro da própria empresa.

O pessimismo generalizado aliado ao receio de perder seus empregos tende a levar as pessoas à excessiva prudência. Quanto menos visto menos lembrado e talvez até mesmo, menos ameaçado. A criatividade desaparece e a normose toma conta dos ambientes empresariais. Como consequência, as perdas internas passam a se somar às externas piorando muito a situação já caótica.

É importante lembrar que existe dentro das pessoas, uma imensa quantidade de energia não aplicada na produção de resultados devido ao espírito de retranca que assola a vida real, e, em decorrência a empresarial.

A pergunta que não quer calar é “porque não explorar toda esta energia potencial para melhorar os resultados”? Se cada um desse o melhor de si os resultados não seriam muito melhores?

A saída da crise depende em muito da aplicação desta energia latente que está pronta a se transformar em movimento, trabalho e em resultados. Está nas mãos do empresário estimular a sua manifestação. É necessário um new deal entre a empresa e seus empregados.

Há um mundo de ganhos a ser explorado. Em compras, em vendas, na produção e nos controles. Todo mundo depende dos resultados da empresa e a empresa depende dos resultados produzidos pelas pessoas. É a única saída.

A conquista das pessoas passa pela criação de uma Ideia que lhes dê segurança e perspectiva. As pessoas estão loucas para fazer mais e melhor por si próprias, e como dependem de seus empregos, pela própria empresa.

É só uma questão de sabe explorar este imenso potencial. Os resultados virão com toda a certeza.

É urgente a implantação de uma Ideia Atratora. Somente ela poderá lançar luzes no escuro caminho que está sendo arduamente trilhado. Somente ela poderá ajudar a aliviar o pesado fardo carregado com sacrifícios pelas empresas e pelas pessoas.

 

Por que perder mais que o inevitável?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.