Produtividade – A base da reputação da empresa

Uma excelente reputação nunca é construída da noite para o dia, nem é resultado de boa sorte. Ela precisa ser planejada cuidadosamente, nutrida e gerenciada como um dos mais importantes ativos da empresa. Na verdade a reputação é o ativo mais importante. Da mesma forma, uma reputação nem sempre é destruída por um evento adverso, mas, freqüentemente, vai sendo corroída de forma gradual, muitas vezes imperceptivelmente.

Mas o que vem a ser a reputação de uma empresa?

É a forma como ela é vista pela sociedade junto à qual desenvolve suas atividades, sobre a qual exerce influência e da qual reciprocamente depende. Esta sociedade é composta pelos diversos agente com os quais a entidade empresa interage quotidianamente, quais sejam: funcionários, clientes, fornecedores, governo, agentes financeiros e comunidade circunvizinha.

Perante os clientes, a reputação se resume em disponibilizar produtos “objeto de desejo”, com valor percebido como justo e com qualidade inquestionável.

Perante os funcionários consiste em proporcionar-lhes uma atividade digna com remuneração competitiva que os faça querer fazer um bom trabalho, e, os motive a permanecer trabalhando na empresa.

Já perante a comunidade circunvizinha, consiste em proporcionar bons empregos aos seus membros e contribuir para com o seu bem estar através da participação na vida comunitária.

Perante as entidades governamentais, resume-se na geração de empregos, o que essencialmente é uma obrigação dos próprios governos, e na contribuição através do pagamento de impostos.

E, finalmente, perante os agentes financeiros e fornecedores, consiste em honrar suas obrigações junto a estes agentes e manter um status financeiro saudável.

Essência da reputação

Ainda que à primeira vista não pareça tão evidente, a essência da reputação repousa no produto. Se ele for efetivamente lucrativo, poderá gerar recursos para que a empresa possa oferecê-lo a seus clientes a preços competitivos, proporcionar mais empregos com salários compensadores, contribuir mais efetivamente para com a arrecadação de impostos, honrar seus compromissos financeiros e manter um balanço satisfatório.

A oneração do custo do produto devido ao desperdício de materiais, das perdas nos salários da mão de obra direta, das horas extras, do inchamento da estrutura de suporte é a maior causa da baixa rentabilidade e até mesmo da quebra de muitas empresas. E estas perdas, devido à convivência diária com as mesmas, passam facilmente a ser consideradas como normais ou até mesmo inevitáveis.

A maior parte das empresas admite como ótima uma eficiência de 85%, calculada sobre um tempo cronometrado em ritmo normal sobre o qual são acrescidas concessões da ordem de 10 a 12%, tanto que a considera no cálculo do custo. Ou seja, o custo do produto já é calculado com uma perda de aproximadamente 25%, e sobre este tempo degradado, são calculados todos os demais custos com exceção dos materiais.

Mas o que significa 25% de perda?

Significa que a empresa paga 12 meses de salários por ano dos quais 3 são completamente improdutivos. São 3 meses de salários e dos demais custos que a empresa paga sem receber nenhuma unidade de produto em contrapartida e por isso vê-se obrigada a embuti-los no custo, e quando possível, no próprio preço de venda. O resultado é baixa margem de rentabilidade com todas as conseqüências sobre a sua reputação. E tem mais: nem todas as empresas conseguem trabalhar com uma eficiência de 85%, ou seja, as perdas se tornam ainda maiores.

Por que não trabalhar com eficiência de 100%? Ou até mesmo mais? Isto é apenas uma decisão de quem comanda a empresa. A experiência nas implantações do Modelo GAIA – Gestão Através de Ideias Atratoras prova que estes índices podem ser conquistados e até mesmo superados com relativa facilidade. O Modelo GAIA é a Revolução pela Simplicidade. Os ganhos que ele proporciona, estão ao alcance das mãos do empresário. Basta querer apanhá-los.

 

Produtividade – A base da reputação da empresa
Classificado como:                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.